Dá para igualar mamas assimétricas?

Dá para igualar mamas assimétricas?

O primeiro ponto a ressaltar sobre mamas assimétricas é: uma mama não é exatamente igual a outra, em nenhuma mulher!

Quanto à correção dessa diferença: nenhuma cirurgia plástica consegue igualar 100% as mamas, mas pode-se melhorar bastante o visual.

Na avaliação pré-operatória são consideradas algumas medidas das mamas, como:

A assimetria mamária é mais comum do que se imagina. ninguém é 100% igual

  • Altura das aréolas
  • Diâmetro das aréolas
  • Distância entre as aréolas
  • Sulco inframamário

Essas medidas devem ser semelhantes entre os lados. Diferenças maiores de 2 cm podem causar assimetrias perceptíveis.

Prótese de silicone em mamas assimétricas

É possível minimizar desigualdades através da mamoplastia de aumento quando o que se tem são mamas com volumes muito diferentes ou com formatos distintos.

Neste caso, a escolha da prótese deve ser cuidadosa, para que o resultado fique harmonioso.

A utilização de próteses de tamanhos diferentes para compensar a desigualdade das mamas pode ser uma boa opção.

 

Quando as aréolas são diferentes

Além da mamoplastia de aumento, a mastopexia é outra cirurgia plástica que pode ser utilizada quando há assimetria mamária, principalmente se a diferença for no formato ou na aréola.

Cada paciente é única e devem ser levado em consideração o desejo e a condição de cada uma.

Vale esclarecer que a assimetria nas mamas muitas vezes reflete as diferenças do tórax. Isso significa que alterações na parte óssea e muscular do tórax podem modificar as mamas, que por sua vez estão projetadas sobre essas estruturas.

Estes casos também merecem atenção e avaliação minuciosa para que o resultado seja o melhor possível.

Podemos tentar igualar as mamas, porém deficiências ou diferenças na musculatura ou ossos, permanecerão.

O ideal é conversar com a médica e avaliar quais as melhores alternativas para cada caso.

Share