Cicatriz, como tratar? Veja aqui!

Cicatriz, como tratar? Veja aqui!

Cicatriz é o sinal visível de uma ferida que se foi. Em poesia, e na vida, a frase pode até inspirar mas, em se tratando de estética, o que a gente quer mesmo é se livrar de tais marcas, concorda?

É quase impossível prever se a cicatrização de uma cirurgia, uma lesão, será boa ou desfavorável, por mais cuidados que se tenha.

Então vamos lá: é possível apagar a cicatriz?

Através de tratamentos tópicos, procedimentos minimamente invasivos e cirurgias plásticas, conseguimos suavizar a cicatriz, deixar a região com aspecto mais uniforme e parecido com seu tom de pele, melhorar a textura ao redor.

Algumas, após o tratamento, ficam quase imperceptíveis. Tudo vai depender do tipo de pele a ser tratado e do grau de cicatrização.

Nenhum médico porém, independente do método utilizado, pode prometer resultado de 100% de eliminação da cicatriz. Mas, certamente, um aspecto bem melhor.

Quanto mais superficial a cicatriz, mais fácil!

Há diferentes tipos de cicatrizes:

  • Algumas resultam de acnes, ferimentos leves e cirurgias antigas, algumas cicatrizes podem ser esteticamente melhoradas por cirurgia ou tratamentos recomendados pelo cirurgião plástico. Estes tipos de cicatrizes não prejudicam a função ou causam desconforto físico.
  • Cicatrizes hipertróficas são aglomerados espessos de tecido cicatricial que se desenvolvem diretamente no local da cicatrização. Estas cicatrizes são, na maioria das vezes, altas, vermelhas e/ou desconfortáveis, e podem se tornar maiores ao longo do tempo. Elas podem ser hiperpigmentadas (de cor mais escura) ou hipopigmentadas (de cor mais clara).

Há diversos tipos de cicatriz

  • Queloides são maiores que as cicatrizes hipertróficas. Estas cicatrizes podem ser dolorosas ou com prurido e, também, podem enrugar. Elas se estendem para além das bordas de uma ferida ou incisão inicial, podendo ocorrer em qualquer parte do corpo, mas desenvolvem-se mais comumente onde há pouco tecido subjacente de gordura, como na face, no pescoço, nas orelhas, no peito e nos ombros.
  • Contraturas são cicatrizes que restringem o movimento devido à junção da pele e do tecido subjacente durante a cicatrização. As contraturas ocorrem quando há uma grande quantidade de perda de tecido, por exemplo, após uma queimadura. Elas também podem se formar onde a ferida se junta com a articulação, restringindo o movimento dos dedos, cotovelos, joelhos e pescoço. Nestes casos, a indicação cirúrgica é muito mais funcional do que estética.

O tipo de cicatriz que você tem irá determinar as técnicas adequadas que o cirurgião plástico usará para suavizá-la.

Quais os tratamentos possíveis para cicatriz?

  • Tópicos, utilizando géis, fitas ou compressão externa para auxiliar no fechamento das feridas e na cicatrização ou diminuir a capacidade da pele de produzir pigmento irregular.
  • Injetáveis são utilizados para preencher cicatrizes reduzidas. Dependendo da substância injetável e condições da cicatriz, os resultados podem durar de três meses a vários anos.
  • De superfície visam a melhora estética da cicatriz, suavizar irregularidades da sua superfície e reduzir pigmentação. Incluem:
  1. Dermoabrasão: Ajuda a refinar as camadas superficiais da pele por meio de raspagem cirúrgica.
  2. Laser ou terapia leve: Causa alterações na superfície da pele, permitindo que se forme pele nova e saudável no local da cicatriz.
  3. Soluções de peeling químico : Penetram na superfície da pele para suavizar irregularidades na textura e na cor.
  4. Agentes clareadores da pele:Medicamentos aplicados topicamente para clareamento.

Quando a cirurgia é indicada

Algumas vezes, para cicatrizes mais profundas, ou que acometem uma área maior, várias incisões podem ser necessárias, para remover cirurgicamente a cicatriz, sendo necessárias várias etapas cirúrgicas, a fim de alcançar os resultados finais. Chamamos este processo de ressecação parcelada.

Em casso de cicatrizes restritivas, que comprometem movimentos por exemplo, o tratamento visa primeiramente a recuperação funcional.

Para definir como tratar cicatrizes é recomendável ter sempre a avaliação do cirurgião plástico.

Share